m

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur
adipiscing elit. Etiam posuere varius
magna, ut accumsan quam pretium
vel. Duis ornare

Latest News
Follow Us
GO UP

St. Barth

Price
Scroll down

St. Barth

per person

Saint-Barthélemy (ou St. Barth, como a ilha caribenha ficou conhecida mundo afora) é hoje o playground de celebs e fashionistas que querem se distanciar dos flashes, circular dia e noite sem guarda-costas a tiracolo e relaxar em clima low profile, mas sem abrir mão de um serviço cinco estrelas. Marc Jacobs costuma exibir por lá seus músculos sob o sol; os biliardários russos Dasha Zhukova e Roman Abramovich promovem festas para poucos e bons em sua villa que têm Beyoncé como atração musical; e o superfotógrafo Patrick Demarchelier faz da ilha seu estúdio a céu aberto – desde os anos 70, ele é um dos principais embaixadores do lugar.

Aproveitando a deliciosa sensação de se tornarem praticamente invisíveis durante o dolce far niente em St. Barth, os integrantes desse elenco “Oscar meets Paris Fashion Week meets Grammy” protagonizam cenas que dificilmente aconteceriam em outras partes do mundo: na noite do réveillon, Paul McCartney se sentiu tão à vontade na festa do hotel Taiwana, que lá pelas tantas pegou o microfone para cantar – em tempos de Instagram, ninguém consegue ficar tão invisível assim: o jornalista jetsetter Derek Blasberg também estava entre os convidados e postou uma foto da inesperada canja na rede social.

Com 22 praias de tirar o fôlego (não deixe de conhecer a reservada Gouverneur, batizada pelos locais de Abramobeach, por abrigar a estonteante villa de Abramovich) e boas novidades a cada temporada, St. Barth precisa ser desvendada de carro (alugar um Mini conversível já na chegada ao aeroporto é ótima pedida) e sem pressa, em especial entre dezembro e abril, meses mais movimentados por lá. Além da beleza natural, está entre seus principais atrativos a sensação de segurança total: a taxa de criminalidade na ilha é praticamente zero, índice raríssimo no Caribe. Acredite: você pode deixar a porta do carro destrancada e jamais será incomodada por ambulantes ou vendedores de souvenir. Tudo isso é possível graças à vigilância cerrada, quase radical, de seus 8.000 moradores – uma curiosidade: depois de uma imigração em massa nos últimos anos, os portugueses já representam quase um terço da população, e hoje já se fala nossa língua nos hotéis, restaurantes e lojas de St. Barth. “Too much development will kill development”, me disse Nils Dufau, presidente do comitê de turismo do lugar, que foi território sueco entre 1785 e 1878, quando voltou ao domínio francês. Até hoje, não é permitida a construção de prédios altos, resorts com centenas de quartos, muito menos shopping centers na ilha. Locais e frequentadores da alta estação raramente têm atritos, já que as regras em St. Barths são muito claras. Exemplo: para chegar até lá, mesmo quem tem um jatinho para chamar de seu precisa estacioná-lo na vizinha St. Martin e pegar um voo comercial ou reservar uma das aeronaves que fazem voos charters – a viagem dura apenas dez minutos e tem pouso emocionante, em uma das menores pistas do mundo, à beira-mar.

Das lojas ao menu dos restaurantes, St. Barth tem clima 100% europeu. A moeda local é o euro, e grifes como Cartier, Hermès e Louis Vuitton marcam presença nos predinhos comerciais de Gustavia, a capital da ilha – a região não passa de um charmoso centrinho, uma espécie de Rua das Pedras de Búzios em versão deluxe, com direito a píer e calçadão. Nos restôs, as cartas de vinho ostentam excelentes rótulos, a preços mais baixos que os praticados nas mesas parisienses, já que os impostos são menores na ilha. Em resumo: St. Barth é uma França sem désolé, grève ou manifestation, cercada pelo mar do Caribe – um lugar lotado de bons profissionais que se cansaram do Velho Mundo e partiram em busca de uma vida mais relax à beira-mar.

  • Included
    St. Barth
  • Not Included
    Africa do Sul
    Courchevel
    Foz do Iguaçu
    França
    Ilhas Maldivas
    Israel
    Itacaré
    Miami
    Paris
    Peru
    Russia
    Saint Tropez
    Tokio - Japão
    Typical Souvenir

Leave a Reply

Accommodation
Meals
Overall
Transport
Value for Money